Nossa vida é dedicada a Cristo

“Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.” Mateus 28.19-20  Esse é o nosso trabalho como Igreja: fazer discípulos. Ter discípulos é muito mais que ter alunos, é ter seguidores que darão continuidade aos ensinamentos. Jesus não deixou essa ordem sem ter ensinado como fazer seus discípulos conviveram com Ele por três anos e, durante esse tempo, aprenderam diariamente: ouvindo, observando e sentindo o seu poder. Cristo viveu entre eles e os ensinava através do seu jeito e de seus atos.  A Grande Comissão deixada por Cristo não é apenas a de pregarmos o evangelho com palavras, mas através da nossa vida. Foi assim que Jesus ensinou seus discípulos. Uma vez li uma frase do Pr. Ariovaldo Ramos que dizia: “Jesus queria e quer que, ao mesmo tempo em que a gente esteja falando dele, a pessoa que nos ouve O esteja observando em nossas vidas, assim como, esteja sentindo no seu coração o calor que as palavras D’ele produzem”.  Jesus deixou a Grande Comissão para seus discípulos, seus seguidores que O conheceram de perto, aprenderam e viveram com Ele. E nós? Como podemos anunciar quem não conhecemos? Se somos discípulos e queremos fazer seu trabalho, precisamos conhecer a Cristo, aprender e viver com Ele. Isso significa passar um tempo com Jesus, através da oração e do estudo da Palavra. Assim, a cada dia, vamos nos tornando mais parecidos com Ele e o mundo O conhecerá através de nós.  Até parece um trabalho simples, mas não é. Se fosse simples, poderíamos fazer sozinhos. Mas a Comissão só pode ser realizada através do poder do Espírito Santo (Atos 1.4,5 e 8). A espantosa tarefa de multiplicarmos os discípulos de Cristo pelo mundo todo, só pode ser feita com Ele e, aos seus discípulos, Jesus prometeu estar junto até o fim dos tempos (Mateus 28.20)!  Em Atos 1.8, lemos que o evangelho deve ser anunciado “em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”, ou seja, no mundo todo e ao mesmo tempo. Esse trabalho não é só dos missionários, mas também é pra você. Vou terminar citando mais um texto do Pr. Ariovaldo Ramos: “Missão é assim: quem não é chamado a atravessar fronteiras, é chamado a anunciar em sua Jerusalém; quem não é chamado a ir para além fronteiras, é chamado a enviar missionários, que significa interceder por eles e sustentá-los financeira e emocionalmente.”

Estevão Medeiros Coordenador do underground Brasil

Compartilhar