Apresentação

 

H1

A Igreja Batista Templo de Adoração, que fica no bairro Mineirão, região do Barreiro, em Belo Horizonte, que nasceu em 2003, era uma congregação da Igreja Batista Nacional do Vale do Jatobá, também na região do Barreiro.Alexsandro da Silva Lima, mais conhecido como Pastor Alex, veio como pastor licenciado para estar à frente da pequena igreja, que tinha apenas oito membros e sete congregados. Era o início de uma bela história. O crescimento da igreja aconteceu por meio de um projeto chamado ‘Crescer’, implantado pelo pastor Alex para ganhar vidas. Palavras de benção e amor foram pregadas nas casas, por dois anos. Em um culto chegou a ter, apenas, quatro pessoas, o que já era suficiente para sentir a presença do Espírito Santo. A igreja se emancipou em 2003 de sua antiga sede. Nesta época, os membros já eram quase 200, contudo, ainda precisava de um nome. Depois de várias sugestões e uma votação unânime, o nome Igreja Batista Templo de Adoração foi escolhido.

Para que a igreja se tornasse mais próxima da comunidade, nas comemorações de aniversário, criamos a Marcha pela Paz, que começou a ser realizada ainda em 2003. Trio elétrico, camisas e mensagens de fé e esperança são levadas, todos os anos, aos moradores do bairro Mineirão, cumprindo um mandamento de Deus: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. (Mc 16:15) Com a implantação da visão celular, hoje muito bem sucedida na Templo de Adoração, a igreja não parou de crescer. Hoje já são, cerca de, 1400 membros, dispostos a servir a Deus. A Igreja Batista Templo de Adoração busca adorar a Deus através do louvor e servir aos irmãos, através das missões. Preocupa-se em expressar o amor de Deus para aqueles que ainda não conhecem a Jesus Cristo, o único Senhor e Salvador da humanidade.

O segredo para sucesso é ganhar, consolidar, discipular e enviar as vidas para que o amor de Deus possa alcançar outras vidas. Os membros da nossa igreja são os dispostos a servir a Cristo e, graças a Deus, os jovens tem se colocado, cada vez mais, a disposição do Espírito Santo. Em 2013, a Igreja Batista Templo de Adoração completa 10 anos, servindo a Deus e buscando a vitória em Cristo. Venha nos conhecer!

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus
e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Co 3:16)

Em que cremos

 

H2A Igreja Batista Templo de Adoração crê que Deus é o criador dos céus e da terra e em seu único filho, também nosso Senhor. Deus criou o Homem e todos os seres vivos da Terra. Criou o homem à sua imagem e semelhança e deu a ele o domínio sobre todos os animais da Terra. O Senhor já era Deus mesmo antes de todas as suas criações. Fomos todos destituídos da glória de Deus por causa do pecado inicial e pecamos junto com a primeira criação. Depois do pecado, andávamos perdidos e desgarrados como ovelhas, mas o senhor Deus mandou seu Filho para nos salvar. Nasceu um menino que foi chamado de Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz. No principio, Ele era o Verbo. O Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus. Então, o Verbo se fez carne. Todas as coisas foram feitas por Ele, que é a luz dos homens. A luz resplandeceu nas trevas. Deus enviou seu único filho para que todos que nele creem não pereçam, mas tenha a vida eterna e deixou o consolador depois de cumprir a vontade de Seu Pai na Terra e Sua volta aos céus. A mão do Senhor se estendeu para nós e esta pronta para todos que queiram ser salvos. Onde está o Espírito de Deus, há liberdade. Ele nos convence do pecado, da justiça e do juízo, e veio para suprir a necessidade do Homem, depois da volta de Jesus aos céus. Ele nos guia em toda verdade e nos anunciará tudo o que há de vir.

O nosso Consolador roga ao Pai por nós. Através do Espírito conhecemos o dom gratuito dado por Deus, pois o Espírito vem de Deus. O Espírito Santo habita em nós; somos templo de Deus e selados com o Espírito da promessa. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito, pois devemos ser imitadores de Cristo, como filhos amados. Deus deixou-nos um ensinamento: ‘Ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo’, para que pudéssemos viver os milagres D’Ele em nossa vida. Ainda assim, Ele nos dá o livre arbítrio. O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna para quem escolhe com Ele seguir. Somos salvos pela graça e pela fé, que não vem de nós, mas de Deus. E a todos que o receberam, Ele deu o poder de serem feitos filhos de Deus.

Assim também disse o Senhor Jesus Cristo, que nos deu a vida eterna. Quem tem o Filho tem a vida, mas quem não tem o Filho de Deus, não tem vida. Não tem esperança de dias melhores.Cremos que Jesus Cristo ainda voltará para buscar a Sua noiva; a Tua igreja. Quando vier o Filho do homem de Sua glória, seremos arrebatados juntos com as ovelhas de Seu pastoreio. Vão subir com Ele para a glória aqueles que se preparam para o reino e esperam a herança de Cristo Jesus. Toda a história de Jesus na Terra se deu para cumprir a vontade de Deus, em redimir os nossos pecados. Temos um grande Sacerdote ao nosso favor, que veio dos céus, para se compadecer das nossas fraquezas. Ele viveu, morreu e ressuscitou ao 3º dia. Venceu a morte, para nos salvar.

A salvação é a garantia de vida eterna dada pelo Pai Celestial. Podem se salvar aqueles que se achegam a Deus, vivendo para Ele, sem se envergonhar, pois Jesus está sentado à direita de Deus, intercedendo por nós. Temos com Jesus uma nova esperança, segundo a Sua misericórdia. Temos uma herança incorruptível e incontaminável, guardada nos céus para quando encontrarmos com Ele.
E temos dito todas estas coisas baseados na Palavra de Deus, escrita na Bíblia. Devemos falar o que fala a sã doutrina, vinda dos ensinamentos de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois a própria escritura foi inspirada por Deus para ensinar, corrigir e instruir os Homens. Os homens que escreveram os livros bíblicos foram inspirados pelo Espírito Santo. A palavra de Deus é a verdade; lâmpada para nossos pés e luz para nosso caminho.

*Este texto foi baseado em versículos bíblicos. Você pode consultá-los. São eles: Gênesis 1:1, 26,27; Gênesis 3:22; Salmo 90:2; Mateus 28:19; I Pedro 1:2; II Coríntios 13:1; Gênesis 1:27; Salmo 8:3-6; Isaias 53:6a; Romanos 3:23; Isaias 59:1, João 3:16; João 2:25; João 5:11-13; Romanos 6:23; 1 João 5:11-12; Mateus 25:31-46; Mateus 1:22, 23; Isaias 9:6; João 1:1-5, 14:10-30; Hebreus 4:14, 15; I Coríntios 15:3, 4; Romanos 1:3, 4; Atos 1:9-11; I Timóteo 6:14, 15; Tito 2:1; Romanos 6:23; Efésios 2:8, 9; João 14:6, 1:12; Tito 3:5; Gálatas 3:26; João 10:29; II Timóteo 1:12; Hebreus 7:25; 10:10, 14; 1 Pedro 1:3-5; II Coríntios 3:17; João 16:7-13, 14:16, 17; Atos 1:8; 1 Coríntios 2:12, 3:16; Efésios 1:13; Gálatas 5:25; Efésios 5:1; II Timóteo 3:16; II Pedro 1:20, 21; II Timóteo 1:13; Salmo 119:105, 160, 12:6; Provérbios 30:5

Dízimos e Ofertas

A palavra dízimo é a tradução de palavras hebraicas e gregas que significam a décima parte. Em termos matemáticos seriam 10%. Portanto quando usamos o termo DÍZIMO, estamos falando da décima parte. Todos os dicionários de língua portuguesa definem o verbete DÍZIMO, por décima parte.

I) O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O DÍZIMO?

“Também todos os dízimos da terra… pertencem ao Senhor. Esse dízimo será santo ao Senhor”. (Lv. 27.30,32).
“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas”. (Ml. 3.8).
À luz da Palavra do Senhor, concluímos que ser dizimista não é só uma questão de fidelidade e generosidade, mas também de honestidade.

II) O CRISTÃO DIZIMISTA

Dízimo não se paga e nem se dá, se devolve. Porque não damos algo que não nos pertence, nós o devolvemos.
Teste de obediência e fidelidade: Da mesma forma que existem limites, existem obrigações. Se passarmos dos limites, desobedecemos e ofendemos a Deus. Se não cumprimos nossa obrigação desrespeitamos a Deus.

Deus não precisa do dízimo. O dízimo faz parte de um pedido de Deus para provar nossa fidelidade e obediência. Podemos ilustrar essa afirmação dizendo que Deus não precisava da árvore do Éden, não precisava de Isaque sacrificado como cordeiro. Ele utilizou estes como provas.

Adão quando comeu do fruto, respondeu a Deus: não conte comigo, eu não sei obedecer; e Abraão inversamente, quando leva seu filho para ser sacrificado estava dizendo a Deus: conte comigo, peça o que quiser. Deus nos diz, “Trazei todos os Dízimos”se nós negamos, estamos dando a resposta de Adão: não conte comigo, eu não sei ser fiel.

III) COMO O DÍZIMO DEVE SER DEVOLVIDO H3

1. Com pontualidade.

O dízimo precisa e deve ser devolvido imediatamente após o recebimento de seus rendimentos.
O cristão fiel não acumula dízimos nem atrasa seu desenvolvimento.
O dízimo é chamado nas escrituras de primícias, sendo assim deve ser o primeiro a ser pago, antes de qualquer outra conta.

2. Através da igreja.
A Bíblia diz: Trazei os dízimos à Casa do Tesouro… (Mq. 3.10ª). A Casa do Tesouro daquela época histórica foi substituída pela Igreja dos nossos dias, portanto todos os dízimos devem ser trazidos até a tesouraria da Igreja. Está vedado ao cristão a liberdade de administrar o dízimo, esta responsabilidade foi dada à Igreja do Senhor (Dt. 12:5,6).
O cristão não pode sair distribuindo o dízimo a seu bel-prazer, este deve ser devolvido fielmente à Igreja em que você está servindo como membro (At.4:34).

3. Na sua integridade
O dízimo deve ser calculado corretamente, para devolvê-lo completo. O cristão não deve entregar na casa do Senhor 9,5% como se fosse o seu dízimo, é melhor entregar como uma oferta, porque dízimo é a décima parte, exatamente.

IV) COMO CALCULAR O DÍZIMO

1. Defina sua renda.

Se você recebe salário, deverá calcular a décima parte do BRUTO, isto porque os descontos efetuados tais como INPS, Imposto de renda e outros, são uma capitalização em seu favor. Cremos que a Bênção de Deus também é sobre o bruto e não sobre o líquido. O cristão deve devolver o dízimo dos rendimentos com outras fontes, tais como: poupanças, aluguéis, investimentos financeiros, aposentadoria, renda mercantil ou industrial, renda agrícola ou pecuária, direitos autorais, venda de móveis ou imóveis. Devemos ser fiéis ao Senhor com tudo o que for renda.

*Este texto foi escrito pelo Pastor Josué Gonçalves. Você pode acessá-lo pelo endereço: http://amofamilia.com.br/portal/artigos_detalhe.asp?cod=1445&sessao=5#.UOxAjORX0ig

Saiba mais:
Dez razões para ser dizimista